DICA 6: Outra dica que pode te ajudar a conseguir emprego em psicologia é PREPARAR-SE PARA CONCURSOS PÚBLICOS: Todos os anos abrem-se inúmeras possibilidades para profissionais de psicologia em Goiás (e considere também em outros estados), para atuarem nas diversas áreas. As melhores oportunidades com maior rentabilidade financeira são as vagas da esfera Federal, mas também são as mais concorridas. Segue-se as vagas da esfera estadual, e posteriormente as dos diversos municípios, que via de regras possuem menores salários e piores condições estruturais de empregabilidade.

Vários foram os concursos abertos entre os anos de 2013 e 2015, em órgãos como Universidades, Tribunal de Justiça, Exército, Senado, Bombeiros, Prefeitura, etc. Esta pode não ser a maneira mais fácil de se conseguir um emprego na área, mas provavelmente é que te dará maior estabilidade.

DICA 7: Outro ramo onde você poderá ATUAR é NA ÁREA DE DOCÊNCIA UNIVERSITÁRIA: Somente em Goiás, no ano de 2015, contabilizam-se 15 Instituições de Ensino Superior (IES) de Psicologia. Se pensarmos que, entre as inúmeras outras dezenas que existem, com diversos outros cursos (Direito, Enfermagem, Nutrição, Comunicação) que necessitam de professores de psicologia, há também um grande mercado para trabalho. Para atuar nesta área é importante, e em alguns casos IMPRESCINDÍVEL, que você tenha uma pós-graduação (pode ser uma especialização, mestrado ou doutorado). Em algumas IES só é possível o ingresso mediante concurso público, em outras com uma simples contratação como horista. Isto por sua vez, despende de certo tempo de formação e experiência, não sendo por sua vez a alternativa mais adequada para quem possui urgência, pouca habilidade para estudo e resiliência.

DICA 8:Em todos os casos é importante que você BUSQUE SE INSERIR NO MEIO PROFISSIONAL EM QUE DESEJA TRABALHAR, AINDA QUE SEJA, INICIALMENTE DE FORMA VOLUNTÁRIA, ou mesmo através da criação de vínculos para a formação de sua rede de contatos. Um psicólogo que queira trabalhar na área hospitalar e quiser fazê-lo com seu círculo de amizades somente na área da psicologia, dificilmente terá sucesso até que consiga inserir-se no meio médico: o que envolveria participar de ligas acadêmicas da área de saúde, atividades em redes multidisciplinares na área de saúde, participar de conselhos de saúde/hospitalares, etc. É importante criar vínculos com o setor em que se quer atuar. Este foi um dos espíritos motivadores à criação da Rede Goiana de Psicologia, local onde se podem criar, manter e atualizar vínculos e redes de contatos, atividades e interesses, entendendo que a união de forças de uma classe é uma das agentes para sucesso profissional.

DICA 9: MONTE SEU PRÓPRIO NEGÓCIO: Esta é uma alternativa bastante arriscada e não aconselhável para a maioria dos recém-formados, mas é uma possibilidade que depende de sua experiência e senso de gestão. Você pode, gradativamente ir, com base em uma boa rede de contatos, com um bom investimento inicial aliado a uma boa ideia, você pode ter sucesso em investir no seu próprio negócio. Lembrando que para fazer isso, não é simplesmente fechar os olhos e arriscar um tiro no escuro, mas você deve estudar de maneira inteligente o que quer fazer, preparar-se através de cursos, verificar a viabilidade operacional, financeira, comercial, de sua ideia. Lembre-se que o mercado não é lugar para testes, então não brinque de fazer negócios. Tenha acertado que você deve fazer escolhas baseadas em fatos, não em especulações ou sonhos juvenis.

DICA 10: E para os que querem INGRESSAR NA ÁREA CLÍNICA, existem oportunidades de montar o seu consultório (o que se enquadra na dica anterior), alugar, sublocar. Em todas estas há que se preocupar com a forma de fazer seu público (o que não é nada fácil). Apesar do mercado em Goiás ainda ser muito fechado para recém-formados nesta área, o profissional não deve se lamentar ou sentir-se fadado à exclusão profissional, mas investir tempo, dinheiro, formação e trabalho para desenvolver-se nesta área. Uma alternativa que criamos, através da Rede Goiana de Psicologia, para ajudar na integração do profissional na área da psicoterapia é o "Programa Incubadora de Clínicas", que de maneira bem simples pode ser muito útil para o recém-formado e o profissional desejoso de ingressar neste nicho (para maiores informações clique aqui).

E por último, aplica-se em todos os casos deste e-book a seguinte máxima psicológica: "Não existem receitas prontas"! Você é que, individualmente deve buscar trilhar o seu caminho. O que deve ser feito é dar o primeiro passo, no sentido de sair do comodismo e marasmo. Desafiar-se é muito importante, sendo que na medida em que o ser se coloca em movimento, a tendência inercial passa a agir de modo a fazer com que o desenvolvimento seja constante. A escolha é sua, usar a inércia a favor do movimento ou contra ele.

Boa sorte!

Fonte: Rede Goiana de Psicologia