Psicologia familiar é um conceito fundamentado em diversas abordagens clínicas ou sistêmicas do tratamento da família . Pode incidir na reconstrução dos comportamentos que se tornaram indesejáveis tanto quanto na da reestruturação da formação do casal, na maneira eficaz do indivíduo de compor e atualizar seus próprios conceitos e dinâmicas conscientes dentro do lar já estabelecido ou a formar.

A Psicologia familiar trata as deficiências dos comportamentos inconscientes no âmbito familiar que determinam a estruturação das personalidades dos filhos, redireciona as dinâmicas relacionais e a salubridade das emoções que transitam nos papéis desempenhados por cada membro do grupo familiar. Afora isso ainda há o apoio emocional provindo do resultado do acompanhamento terapêutico que põe desvelado o mistério das onipotências de cada membro do grupo familiar.

O encontro semanal busca dentro das diferenças que compõe o universo individual no agrupamento vincular, clarificar e demonstrar as complementaridades relacionais, as escolhas inconscientes de cada indivíduo no seio da família e quais representações estão influenciando para a manutenção dos conflitos . As abordagens diversificadas com as quais os Psicólogos possam vir a atuar buscam o mesmo resultado que é a conciliação e a produtividade, o bem estar e a satisfação dentro das vinculações de cada grupo estabelecido como família.

Fonte: Psicologia Familar