A Psicologia tem papel fundamental dentro de uma empresa. Dentro dela temos o psicólogo organizacional, profissional que irá trabalhar com os fenômenos e comportamentos organizacionais. Durante cinco anos de graduação em Psicologia, existem disciplinas como "Psicologia Organizacional e do Trabalho", "Gestão com Pessoas", "Dinâmicas e Relações Humanas", que possibilitam ao aluno ter uma ampla visão do papel do psicólogo em empresas, atuando através de estágios supervisionados básicos em organizações do município e região na qual o curso está inserido.

Nota-se que atualmente as organizações buscam e necessitam de profissionais que supram suas reais necessidades e, mais do que isso, as auxiliem a tornarem-se competitivas e a sobreviverem nesse vasto mercado. Essa sobrevivência só é possível quando se trabalha focando em qualidade, que é um grande passo para se obter a chave do sucesso. O papel do psicólogo organizacional é fundamental, pois possibilita alcançar níveis excelentes de qualidade por toda a organização, atuando sobre os problemas organizacionais da gestão, diretamente ligada ao bem-estar dos colaboradores (funcionários), trabalhando na seleção de cargos e currículos, em projetos sociais, na resolução de conflitos internos, em práticas motivacionais, gerenciamento de plano de carreira, clima organizacional, programas de treinamento, mudanças organizacionais entre outras funções.

O psicólogo organizacional tem papel primordial de orientar seus líderes para gerirem pessoas alinhadas aos objetivos da organização. Além de desenvolverem e potencializarem as capacidades de cada um dos colaboradores, os psicólogos fazem questão de melhorar as relações interpessoais, a comunicação e, claro, a sua adaptabilidade às condições do ambiente. Ressalta-se que atualmente as empresas buscam colaboradores com requisitos específicos para preenchimento de vagas e o psicólogo organizacional atua na avaliação do candidato mais adepto para tal vaga oferecida.Pesquisas apontam que as organizações que atuam de forma vertical - nas quais o RH (Recursos Humanos) inexista ou ocupe um papel desvalorizado - irão sumir do mercado de trabalho. As empresas buscam o treinamento e desenvolvimento de seus funcionários, pois é o ser humano que é gerador da produtividade, pois as pessoas formam a essência de uma organização, e ela só funcionará bem se souber utilizar com competência seus colaboradores.

Contudo, o psicólogo tem muito trabalho a fazer dentro de uma empresa: desde questões pessoais do colaborador, como a auto-motivação até o desenvolvimento de habilidades dentro do contexto organizacional. Conseqüentemente, a Psicologia Organizacional e do Trabalho é mais uma área de atuação da Psicologia.

Fonte: Psicólogo nas Empresas