Autocontrole

Sofrimento pela falta de autocontrole

Você está discutindo com alguém e seu nível de estresse está elevado. E quando percebe você já falou aquilo que não deveria ter dito. Você chegou a pensar antes de falar, mas o autocontrole não foi acionado a tempo e pronto: você já disse!

Momentos depois você conclui que poderia ter dito de forma mais adequada… e então a consequência: a culpa. Sentimento que faz com que o problema se torne ainda maior.

Comer em excesso, fumar demasiadamente e fazer compras compulsivamente também podem estar relacionados com a falta de autocontrole. Constantemente recebemos em consultório pacientes falando sobre seu sofrimento relacionado à falta de autocontrole, questionando como devem agir diante de situações difíceis como essas, que parecem ser mais fortes que si.

Como ter autocontrole

Um dos fatores para uma terapia efetiva é a capacidade do paciente em colocar seus comportamentos sob seu próprio controle. O autocontrole é um padrão de comportamento que é adquirido ao longo da vida, contudo a terapia orienta o cliente a se expor a novas experiências, modificando as consequências do comportamento do individuo. Controlar as palavras e as atitudes está muito além do que apenas planeja-las, mas também experimenta-las. Acima de tudo ter autocontrole é identificar seus comportamentos, conseguir observa-los e perceber o efeito sobre os outros.

Porque as pessoas não se importam em não ter autocontrole

Obter ganhos com a falta de autocontrole também é comum em diversas áreas da vida. Muitas vezes as pessoas elogiam os indivíduos que criticam outras pessoas ou que falam em excesso. Ir ao bar fumar e beber pode fazer com que o individuo obtenha ganhos sociais. Fazer compras e obter ganhos, como o alivio e a sensação de prazer, são exemplos da relação autocontrole e consequência.

Muitas pessoas não sabem como agir ou como falar sobre suas vontades. Dessa forma fica mais difícil para identificar as consequências de suas atitudes. A distância e a falta de interesse das pessoas a sua volta faz com que o individuo tenha efeitos motivacionais muito difíceis e causadores da tristeza.

Saber se relacionar e se controlar não tem apenas uma função de julgamento do seu desempenho, mas também do relacionamento relativo ao quadro social. No momento em que seu autocontrole está violado, as criticas se tornam maiores, a distância de algumas pessoas queridas e brigas entre elas são motivos para o individuo se deprimir. Neste momento, é importante o individuo perceber a necessidade de mudanças. E que o primeiro passo é adquirir autocontrole.

Terapia para ter mais autocontrole

Na terapia diversas técnicas são usadas para que o individuo aprenda a desenvolver o comportamento de autocontrole. O terapeuta sempre oferecerá formas de mudar a execução de um comportamento para que o cliente obtenha consequências positivas. Aprender a obter ganhos mesmo com o autocontrole e perceber os ganhos sociais e consequências de prazer em outras áreas da vida são assuntos que podem ser desenvolvidos ao longo do processo terapêutico.

Controlar a si mesmo é conhecer novas formas de ações, visualizar de fora como agir de forma positiva dentro de suas relações.

Fonte: Psicólogos Berrini

Imagem: Extraída do Google Imagens