Começo de ano é um tempo comum em que as pessoas se animam com uma série de objetivos para cumprir: deixar de lado antigos vícios, começar a fazer alguma coisa adiada há tempos, trabalhar novos empreendimentos, realizar um sonho antigo, mudar de atitude, etc. Esse momento é particularmente muito poderoso porque combina dois sentimentos muito fortes: a nostalgia, por um ano que termina e a esperança por um novo ano.

Mas como a vida é uma caixinha de surpresas e não responde fielmente a nossos planejamentos, somos acostumados a esperar contratempos dos mais variados tipos, que nos confrontam e nos machucam em diferentes intensidades. Olhando para isso, podemos perceber uma coisa: é importante fazer planos, é muito importante ter metas concretas e objetivas, mas é muito mais importante ser persistente.

Uma palavra que caiu na mídia há não muito tempo, mas que já existe há décadas como conceito psicológico e é foco deste texto chama-se RESILIÊNCIA! Para quem nunca ouviu falar do termo, resiliência é a capacidade que as pessoas têm de, ao encontrar um desafio ou uma dificuldade, utilizar estratégias psicológicas (conscientes ou não) para superá-lo.

Em tempos de crise, como os que estamos vivendo, seja financeira, emocional, familiar, ou a que seja, este é um conceito muito importante que para ser trabalhado: a capacidade de olhar para um desafio e não sucumbir à ele no primeiro momento.

O ser humano possui uma tendência de sempre a agir da maneira mais econômica para si, e em muitos momentos, nem sempre a forma mais econômica é a mais adequada, pois é necessário gastar energia extra para a superação dos desafios impostos. Digo isto porque, diante da desesperança, a primeira coisa que, via de regras, estamos acostumados a fazer é desabar, nos acomodar e querer ficar em nosso canto: no primeiro momento, do choque, talvez isso seja necessário, mas também é necessário mover-se para a criação de novas possibilidades diante da dificuldade.

Por isso, o começo de ano é um tempo para fazer planos, promessas, mas acima de tudo, é um tempo de reflexão sobre tudo aquilo que precisaremos pra seguir adiante cumprindo os nossos propósitos, e uma palavra que não pode ser esquecida neste meio é a resiliência.

Pense nisso! E feliz 2016!

Imagem: Extraída do Google Imagens

Fonte: Rede Goiana de Psicologia